Percorra aqui a imensa e variada oferta que temos em actividades para escolas e grupos organizados. São propostas que visam proporcionar a descoberta da música a diferentes faixas etárias, sempre na perspectiva de que se aprende melhor fazendo.

CORO INFANTIL CASA DA MÚSICA

RAQUEL COUTO concepção e direcção artística

Qual o som do Natal? Que compositores e poetas se deixaram inspirar pela quadra festiva? Para o que nos remete essa data? Estas questões e outros mistérios são desvendados pelo Coro Infantil no concerto de Natal do Serviço Educativo. Uma aventura musical que percorre partituras que vão do repertório popular ao erudito.

02.12 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário € 4

CATARINA ESTÁCIO e RICARDO VIEIRA formadores 

A ligação entre a memória e o som, verificável nas mais diversas experiências, está à cabeça da ordem de trabalhos para esta oficina, onde se explora o movimento no espaço e se utiliza o Sonorium como ferramenta de criação musical e construção de jogos de memória. Entre outras coisas, veremos como a noção de amor é construída pela memória ou como a palavra pode ser usada para construir e desconstruir a memória. 

03+04.04 · 10:30 e 14:30 sala laranja Grupos com necessidades educativas especiais € 3

inscrições:

JOAQUIM ALVES e TIAGO OLIVEIRA direcção artística e interpretação 

FACTOR E! interpretação

Quatro artistas com quatro cajons fazem uma performance enérgica de percussão e teatro físico. Sem uma palavra vertida, é com o corpo inteiro e muito humor que recriam um novo dia de trabalho de operários com personalidades distintas. Peripécias, pirraças e brincadeiras rítmicas em catadupa integram esta produção, já aplaudida em vários palcos internacionais e que agora regressa à Casa, com novidades na manga. 

01.06 quinta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré escolar, básico e secundário € 4

Celebrado desde sempre com espectáculos muito especiais, o Dia da Criança vem avivar as nossas consciências para a importância de ouvirmos os mais novos. Este ano o Serviço Educativo assinala a data com a reposição de Cha Cha Pum, um dos espectáculos mais aclamados pelo público.

SOFIA NEREIDA direcção artística e interpretação 

FLÁVIO ALDO e JOANA PEREIRA interpretação

Esta criação do Serviço Educativo estreou- -se em 2013 aquando do ano Itália. Teve um enorme sucesso, o que a levou a ser também apresentada fora da Casa. Toda a inspiração de Viva, Vivaldi!, espectáculo de forte componente cénica e cenográfica, advém da música escrita por este grande compositor italiano do período Barroco. 

14.11 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

ANA BENTO e BRUNO PINTO direcção artística, música e interpretação 

SOPHIA DE MELLO BREYNER e ANA BENTO textos 

ANA BENTO, BRUNO PINTO, JASMIM PINTO, JOAQUIM RODRIGUES, OLÍVIA PINTO e MIGUEL RODRIGUES interpretação 

A vida e a obra de Sophia de Mello Breyner são inspiração para este concerto intimista, que se alimenta de poemas e textos da autora portuense. A liberdade de sílaba a sílaba faz emergir o nosso próprio poema e o som das coisas leva-nos ao encontro do mar do silêncio. Sophia é mar, natureza, cidade, tempo. 


10.10 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

FACTOR E! direcção artística 

DANIEL SOUSA, INÊS LAPA, JOAQUIM ALVES, ÓSCAR RODRIGUES e TIAGO OLIVEIRA interpretação 

ÓSCAR RODRIGUES electrónica

Se a música alimenta, sirva-se então uma suculenta refeição de Bach. Este concerto bem-humorado, finalista dos YEAH! Awards, os prémios europeus para produções infanto- juvenis, já montou o restaurante em vários palcos, inclusive em São Paulo. Regressa à Casa com a melhor ementa barroca. 


30.01 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

PAULO NETO direcção artística e interpretação

JOÃO PRATAS, MATILDE BARBAS, RODRIGO NEVES e SÓNIA SOBRAL interpretação 

Carlo Collodi escreveu uma das mais fascinantes histórias infantis de sempre, Pinóquio. 140 anos depois, revemos a história do boneco de madeira, a sua mensagem, e transformamo-la num espectáculo musical adaptado aos nossos dias e vocacionado para o público dos Primeiros Concertos. 


27.02 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

JORGE QUEIJO direcção artística e interpretação 

ANA CONCEIÇÃO, BEATRIZ PRADA, BEATRIZ ROLA e CATARINA GOMES interpretação

O que é o amor umbilical? Que cordão é esse que nos mantém ligados muito depois de ser cortado? Viagem ao umbigo de cada um e demonstração de como ele nos liga àqueles de quem gostamos, este concerto para bebés é também representativo da essencialidade do amor maternal e paternal. Mostra-nos, por outro lado, como a vida nos pode dar mais cordões e ligações, pondo-nos perante o paradoxo do umbigo enquanto símbolo do egoísmo e da união ao outro. 


27.03 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

BEATRIZ ROLA e PEDRO ALVADIA direcção artística e interpretação

FACTOR E! interpretação 

Jogar à cabra-cega, brincar montado num cavalo de pau ou simplesmente sentir o conforto de se estar à lareira. São estas apenas algumas das imagens que levavam Robert Schumann até à infância, o mundo dos sonhos, do mistério e de todas as possibilidades. Inspirado neste imaginário, o compositor escreveu Cenas Infantis, o célebre ciclo para piano que agora se torna objecto de uma releitura delicada e divertida do Serviço Educativo da Casa da Música. Um espectáculo único que nos vai levar pelos mundos imaginados pelo compositor. 

29.05 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

WORTEN DIGITÓPIA direcção artística 

ANA ISABEL OLIVEIRA, FILIPE FERNANDES, ÓSCAR RODRIGUES, RICARDO VIEIRA e RUI RODRIGUES interpretação

Um mergulho na floresta, nas suas histórias e paisagens sonoras, com a ajuda da Worten Digitópia, que, recorrendo à tecnologia, nos dará a ouvir de múltiplas formas os sons de uma floresta mágica. Um concerto-viagem que é igualmente um despertar da consciência de todos para questões ambientais. 

19.06 segunda · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino pré-escolar (3-6 anos) € 4

MÁRIO JOÃO ALVES textos, encenação e interpretação 

GABRIEL NEVES, JOÃO TIAGO MAGALHÃES e MIGUEL REIS interpretação 

ÓPERA ISTO! co-produção

Voltamos a desafiar o tenor e escritor Mário João Alves para uma criação original. Desta vez a inspiração será a canção italiana, nomeadamente a de Nápoles. Pelo meio invocar- se-á uma série de compositores, nomes como Rossini, Leoncavallo ou Puccini. Os trocadilhos, o humor e a imaginação estarão, como sempre, presentes neste espectáculo há muito aguardado. 

18.11 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário € 4

MÁRIO JOÃO ALVES concepção, direcção artística e interpretação 

ÓPERA ISTO! co-produção e interpretação

Einstein era aquele físico célebre pelo seu penteado de propulsão vertical, mas era também um grande apaixonado por música. Adorava tocar violino e ouvir uma bela voz. Para ele, a música e a matemática eram como duas fatias do mesmo melão. Mas agora vamos lá ver uma coisa: quem seria o barbeiro capaz de resolver aquela complexa equação imanente da sua cabeça? O de Sevilha? O de Bagdad? O da Sibéria? O da Boavista? Ou vamos tentar arranjar a coisa por outro lado: será que uma ópera relativamente física é capaz de lhe sossegar o arrepio capilar? Tragam as tesouras! Tac! + Tac! + Tac! = Plim! 

13.01 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário € 4

DIGITÓPIA direcção artística 

FILIPE FERNANDES, ÓSCAR RODRIGUES e RICARDO VIEIRA música e interpretação

Todos os anos temos marcado presença no ciclo Invicta.Música.Filmes com projectos que envolvem o Factor E! e a Worten Digitópia. Debruçamo-nos uma vez mais sobre os filmes de animação da realizadora alemã Lotte Reiniger, uma verdadeira mestre na utilização do jogo de sombras. Apesar de serem quase centenários, os seus filmes influenciam animadores ainda nos dias de hoje e constituirão uma enorme novidade para quem não conhece o mundo da realizadora — miúdos ou graúdos. A música que vamos ouvir, numa interpretação ao vivo, foi composta especialmente para cada um dos filmes que vai ser projectado. 

10.02 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário€ 4

DIGITÓPIA concepção e direcção artística 

CLARA HADDAD, FILIPE FERNANDES, MANUEL BRÁSIO, ÓSCAR RODRIGUES e RICARDO VIEIRA interpretação

Com base em textos seleccionados do programa da disciplina de língua portuguesa, Ler explora a relação entre a voz falada e a música. Num diálogo para que são convocados instrumentos electrónicos e acústicos, o itinerário passa por vários momentos da História de Portugal, evocando também o prazer e a riqueza que a música nos tem legado ao longo do tempo. 

10.03 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário € 4

QUARTETO CONTRATEMPUS concepção, direcção artística e interpretação

Projecto dedicado à juventude, inspira-se na liberdade como fundamento da identidade e história do ser humano. É uma ópera transdisciplinar que canta e conta a relação da liberdade com o nosso património, o seu ir e vir no curso dos acontecimentos. Reactivar a memória é uma prática fundamental para nos reencontrarmos hoje e aqui. Saber como era quando as pessoas não podiam dizer o que sentiam nem fazer o que queriam, quando não se lhes permitia ouvir estas músicas ou ver aqueles filmes, quando as obrigavam a ir para a guerra lutar contra outras pessoas que não lhes tinham feito mal. Saber como era e como é. Recuperar acontecimentos históricos e levá-los à cena numa linguagem multidisciplinar e contemporânea, eis o que faz este espectáculo para resgatar a ideia de liberdade e a capacidade de desfrutar e cuidar dela no presente, comunicando, cantando, revolucionando. 


28.04 sexta · 11:00 e 14:30 sala 2 Escolas do ensino básico e secundário € 4

FLÁVIO ALDO e RAQUEL COUTO formadores

Se a ficção científica nos induz a temer os marcianos, frequentemente imaginados como invasores que querem colonizar a Terra, aqui encontramos razões para gostar deles, ou não fosse esta a história de um marciano que aterra no planeta a fazer música muito estranha e é levado por um humano a maravilhar-se com a extraordinária riqueza da nossa música, a ponto de querer transportá-la na viagem de regresso e partilhá-la entre os seus. Em viagem estarão também os participantes desta oficina, cantando pelo vasto mundo da música na Terra, ao sabor de diferentes estilos e ritmos. 

24+31.10 · 07+21+28.11 · 12.12 · 16+23+30.01 · 06+13.02 · 06+13+20+27.03 · 24.04 · 08+15.05 · 12.06 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2Escolas do ensino pré-escolar (a partir dos 3 anos), ensino básico e secundário, ensino vocacional de música, comunidades e cidadãos seniores€ 3

inscrições:

JOAQUIM ALVES e TIAGO OLIVEIRA formadores

Objectos comuns num restaurante e em qualquer cozinha – pratos, talheres, copos, panelas – são a base da mais popular oficina do Serviço Educativo, que está de regresso e nos propõe confeccionarmos com eles uma experiência musical. Dois Chefs seguem um menu internacional, usando o ritmo, o movimento e a coordenação como ingredientes imprescindíveis, e apresentam para cada país um prato e uma música que todos terão de degustar. Podemos esperar novas receitas, novos sabores musicais e novas tarefas para os aprendizes de ajudante de cozinheiro. 

25.10 · 08+15+22.11 · 13.12 · 17+24+31.01 · 14.02 07+14+21+28.03 · 02+09+16+30.05 · 13.06 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino pré-escolar (a partir dos 3 anos), ensino básico e secundário, ensino vocacional de música, comunidades, cidadãos seniores e grupos com necessidades especiais€ 3

inscrições:

ANTÓNIO MIGUEL TEIXEIRA e PAULO NETO formadores

É com base na ideia de orquestra que vamos buscar as melhores práticas para a vida – e vice-versa. Quando o solista toca devemos estar em silêncio e com atenção. Já se fazemos parte do tutti é fundamental que colaboremos com dedicação e empenho. Cabe-nos igualmente seguir o maestro e respeitar o silêncio. As regras, na música e na vida, devem estar sempre presentes, mas uma vez por outra apetece mesmo fintá-las. É até saudável e pode dar um gozo tremendo. Vamos ver o que este maestro permite. 

25.10 · 08+15+22.11 · 13.12 · 17+24+31.01 · 07+14.02 · 07+14+21+28.03 · 02+09+16+30.05 · 13.0610:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 3 Escolas do ensino pré-escolar (a partir dos 3 anos) e 1.º ciclo do ensino básico€ 3

inscrições:

ANTÓNIO MIGUEL TEIXEIRA e PAULO NETO formadores

Criado pela Worten Digitópia e instalado na Sala Laranja, o Sonorium é um instrumento virtual que reage das mais diversas formas a cada movimento. Esta oficina propõe às crianças que, em quatro pontos da sala, descubram estilos musicais diferentes e brinquem com eles, usando instrumentos. Interagir com esses estilos, combiná-los, inventar possibilidades, eis o desafio, sem medo da confusão, porque estará sempre tudo certo, tudo quatro por quatro. 

25.10 · 08+15+22.11 · 13.12 · 17+24+31.01 · 07+14.02 · 07+14+21+28.03 · 02+09+16+30.05 · 13.0610:00, 11:15 e 14:30 sala laranja Escolas do ensino pré-escolar (a partir dos 3 anos) e grupos com necessidades especiais€ 3

inscrições:

ÓSCAR RODRIGUES e TIAGO OLIVEIRA formadores

Já na Grécia Antiga se pensava sobre a relação entre a música e os números. Mas agora no século XXI ainda queremos saber: como é que isso acontece mesmo? Partindo de uma escuta activa e através da observação do mundo que nos rodeia, a oficina procura encontrar respostas para a questão que tem fascinado a humanidade ao longo dos séculos.

27.10 · 03+17+24.11 · 15.12 · 12.01 · 16.02 · 16+30.03 · 27.04 ·04+11+18.05 · 15.0610:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino básico (a partir do 3.º ano) e secundário, ensino vocacional de música, comunidades e cidadãos seniores€ 3

inscrições:

ANA ISABEL OLIVEIRA e IVO BRANDÃO formadores

— 

João Sebastião Bach e Anna Magdalena, sua mulher, estão à volta de um instrumento de teclas. Bach parece empenhado em ensiná-la a tocar, mas confessa-se farto de produzir tanta música e vê como solução uma fuga dessa sua vida. A cada passo que tenta dar para a Fuga, no entanto, encontra-se com a música e, finalmente, conclui que ela é o seu destino. Em tom divertido, esta oficina introduz a música barroca de Bach e as suas formas, como a Fuga ou a Suite. 

18+25.01 · 01+15.02 · 08+15+22+29.03 · 26.04 03+10+17+31.05 · 14.06 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2Escolas do ensino pré-escolar (a partir dos 3 anos), ensino básico (1.º e 2.º ciclos) e ensino vocacional de música€ 3

inscrições:

Em momentos escolhidos do ano, a oferta regular de oficinas tira férias e abre alas a semanas especiais, feitas de outro tipo de oficinas, dirigidas essencialmente a grupos escolares. Para esta temporada lectiva teremos quatro propostas: a primeira explorando a sinestesia entre o som, a cor e o movimento, a segunda promovendo a qualidade musical do gamelão, instrumento da ilha de Java, a terceira fomentando a consciência do mundo sonoro que nos envolve e a quarta disseminando a filosofia da reciclagem.

HENRIQUE APOLINÁRIO e MARIYA NESVYETAYLO formadores

Na sala teremos instrumentos, lápis, papéis e todo o espaço para explorarmos uma abordagem diferente e muito alargada da música. As relações entre o som, o movimento e o desenho estão em primeiro plano nesta oficina, cujas dinâmicas partem do jogo como motor de expressão. São sugeridos exercícios de disponibilização sensorial, jogos que relacionem o corpo e a voz, o som e a cor, o movimento e o desenho. O propósito é acordar os participantes para conexões entre os vários sentidos (auditivo, visual, táctil), desafiando e desbravando formas de desenhar, cantar e comunicar. 

05+06+07+09.12 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino básico e secundário, ensino vocacional de música, comunidades e cidadãos seniores€ 3

inscrições:

PHILIPPE MARTINS formador

É de Java o gamelão que a Casa da Música adquiriu em 2008, um instrumento comunitário onde o colectivo prevalece sobre o solo. Tem servido para muitos propósitos: oficinas, projectos, em particular aqueles que incluem pessoas com necessidades especiais, para diversos concertos e até para a criação de nova música. Na Indonésia todos o tocam, há um em cada aldeia e une as pessoas à volta da música. O nosso gamelão também o faz, como nesta oficina, onde os participantes exploram timbres e descobrem sons de outras paragens. 


27+28.02+01+02+03.03 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino básico e secundário, ensino vocacional de música e comunidades € 3

inscrições:

FILIPE FERNANDES e INÊS LAPA formadores

— 

Estimular a criatividade, o espírito crítico, a criação musical e a exploração de objectos sonoros do nosso dia-a-dia são propósitos desta oficina em que se realizam várias experiências relacionadas com o som. No contexto de uma abordagem STEAM – Science, Technology, Engineering, Arts and Mathematics – que possibilita a aprendizagem de conteúdos científicos através da música, e vice-versa, promove-se a consciencialização do mundo sonoro que nos envolve. 


17+18+19+20+21.04 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino básico e secundário, ensino vocacional de música, comunidades e cidadãos seniores€ 3

inscrições:

PAULO COELHO DE CASTRO formador

Pôr o lixo nos baldes certos é apenas um aspecto prático da filosofia da reciclagem. Podemos pegar nos objectos que deixam de cumprir a função para que os adquirimos e dar-lhes nova vida, por exemplo fazendo música com eles. Esta oficina mostra-nos isso, numa hora e meia onde a criatividade intervém na organização dos sons e tanto o processo como o resultado contribuem para a consciência ambiental. 

22+23+24+25+26.05 10:00, 11:15 e 14:30 sala de ensaio 2 Escolas do ensino básico e secundário, ensino vocacional de música, comunidades e cidadãos seniores€ 3

inscrições:

Oficinas mais longas do que o habitual, destinadas a grandes grupos escolares onde cabem turmas dos ensinos básico (a partir do 3.º ano) e vocacional de música. Realizamse três vezes ao ano, orientadas por elementos da nossa equipa de formadores que trabalham durante uma manhã com os participantes, ora no seu todo, ora divididos em pequenos grupos, culminando na apresentação de uma performance. O individual e o colectivo são dimensões complementares nestas oficinas que vão ao encontro das necessidades das escolas, permitindo-lhes encaminhar de uma assentada um número maior de alunos para a Casa da Música, onde se tornam também eles músicos e colaboram no mesmo projecto.

SERVIÇO EDUCATIVO formadores

Voltamos ao canto, mas desta vez a base será especificamente a música popular portuguesa. De norte a sul há excelentes exemplos de músicas que permitem a exploração criativa por parte destes grupos escolares. Viajaremos musicalmente ao longo do território e aprenderemos um pouco mais sobre a nossa cultura. 

sexta 10:00-12:30 · apresentação 12:30 vários espaços Escolas do ensino básico (a partir do 3.º ano) e ensino vocacional de música € 4

inscrições:

SERVIÇO EDUCATIVO formadores

Bater palmas não chega. O desafio corre da cabeça aos pés para descobrimos como a natureza foi generosa connosco. A caixa de ritmos somos nós, os sons habitam pelo corpo. Vamos então pô-lo a tocar. A partir de exercícios simples, descobrimo-nos. Juntos, somos uma orquestra de percussões. 

sexta 10:00-12:30 · apresentação 12:30 vários espaços Escolas do ensino básico (a partir do 3.º ano) e ensino vocacional de música € 4

inscrições:

Todos os anos recebemos centenas de alunos (e não só) nestes ensaios realizados pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. A porta está aberta a quem queira assistir aos testes finais de grandes obras e descobrir como trabalha uma orquestra, como se combinam os sons, como se descodificam os gestos. Antes de cada ensaio – de acesso livre – produzimos um guião, de modo a que o público possa saber e conhecer melhor o que vai ouvir.

2022 07+21 de outubro / 04+25 de novembro / 16 de dezembro
2023 06+13+27 de janeiro / 10+17+31 de março / 28 de abril 05+19 de maio / 02+30 de junho 
sextas 10:00 sala suggia
Admissão de grupos através de seducativo@casadamusica.com 
Lotação limitada ENTRADA LIVRE