Num ano atípico como o que vivemos, torna-se ainda mais especial a partilha de uma nova Temporada de programação na Casa da Música, com propostas que, esperamos, o possam inspirar na sala de concerto durante todo o novo ano. País fascinante, único e irrepetível, a Itália será o país-tema da programação da Casa da Música ao longo de 2021. Depois de ter sido o destaque da programação em 2013, o seu potencial ficou longe de estar esgotado, sendo agora revisitado. Além de nomes incontornáveis - como Palestrina, Gesualdo, Monteverdi, os Gabrielli, os Scarlatti, Vivaldi, Rossini, Donizetti, Bellini, Verdi, Puccini, Dallapiccola, Maderna, Luciano Berio, Luigi Nono, Giacinto Scelsi, Donatoni -  também a criação contemporânea terá, como não podia deixar de ser, um espaço natural na programação. De destacar algumas das figuras cimeiras da composição como são Luca Francesconi (Compositor em Residência), Ivan Fedele, Francesco Filidei, Oscar Bianchi, dos quais daremos a conhecer obras encomendadas por esta instituição e outras em estreia no nosso país. Alguns dos grandes intérpretes italianos da cena internacional também subirão ao palco da Sala Suggia, alguns em estreia na Casa, como Donatto Renzetti, Tito Ceccherini, Maurizio Baglini, Daniela Schillaci e Carlo Rizzi, ou desejados regressos como Fabio Biondi e Emilio Pomàrico.

A organização do calendário da programação por grandes “constelações temáticas” é já uma imagem de marca da Casa da Música e é um dos factores distintivos em relação à programação de outras salas de concerto. Às já conhecidas narrativas de programação Invicta.Música.Filmes, Música e Revolução, Concertos de Páscoa, Rito da Primavera, Verão na Casa, Outono em Jazz e À Volta do Barroco, juntam-se novos blocos programáticos, como Avanti Itália!, logo em Janeiro, que propõe uma síntese do que é fundamental do património musical desse país. Também Música e Mito será um dos novos ciclos da Temporada. A mitologia está presente em todas as formas de arte, e este novo festival temático reúne o resultado dessa inspiração em obras de compositores de vários períodos. Música e Vinho é o novo ciclo temático da rentrée. No tempo das vindimas, o culto do vinho na música de várias épocas é um tema bem apelativo.De destacar ainda a Integral das Sinfonias de Sibelius, o Ciclo Grandes Concertos para Violoncelo, o Ciclo de Piano ou o Ciclo de Jazz, além da actividade do Serviço Educativo ao longo de todo o ano.
Propostas que, esperamos, possam tornar o seu ano musical bem especial. Bem-vindo à nova Temporada de programação na Casa da Música.
António Jorge Pacheco - Director Artístico e de Educação